Seja bem-vindo(a). Hoje é
►| CEM| A²C | P & D| MATEMÁTICA| AUTORES| CONTATO| JOGOS|

quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

Matematicamente Competente


O que significa ser matematicamente competente? De acordo com Wenger (1998) a competência é criada e definida na ação. Assim sendo, os participantes numa comunidade de prática devem ter oportunidades para desenvolver as suas competências, ou seja, (I) ocasiões para aplicar habilidades, criar e partilhar soluções para problemas surgidos ou propostos e tomar decisões quer em pequeno grupo quer em grande grupo; (II) ocasiões para apresentar os seus trabalhos a outros e para sujeitar-se a avaliação crítica; reconhecer diferentes estilos de fazer as coisas e confrontá-los com os seus próprios tirando daí implicações; “criar espaço e disponibilidade que encorajem a expressão da diferença integrando estilos e formas de trabalho diferentes” (Matos, 2003, p. 10); criar espaços para a negociação do significado e desenvolvimento de empreendimentos comuns, (III) envolver artefatos (físicos ou conceituais) que ajudem a desenvolver a competência. Tudo o que Wenger (1998) afirma sobre competência aproxima-se do que se pode ler no Currículo Nacional do Ensino Básico a este respeito.“A competência diz respeito ao processo de ativar recursos (conhecimentos, capacidades, estratégias) em diversos tipos de situações, nomeadamente em situações problemáticas. Por isso não se pode falar de competência sem lhe atribuir algum grau de autonomia em relação ao uso do saber”(Ministério da Educação, 2001, p. 9”). Mas Wenger (1998) afirma que ajudar a sustentar o engajamento é apoiar a formação de comunidades de prática. E a aprendizagem que tem lugar numa comunidade de prática é vista como um aspecto integral da prática, o que é substancialmente diferente de pensar a aprendizagem com o foco analítico no indivíduo como alguém que aprende e da prática engolida por processos e teorias de aprendizagem, que é normalmente o que acontece quando se usa uma abordagem tradicional no ensino da Matemática.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

►ATENÇÃO - Leia a política para comentários na página de contato.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

▼ Reflita | Frases e Pensamentos ★

▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬ ✽ ▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬

""

▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬ ✽ ▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
Este blogue está vinculado ao Portal do Professor* como uma contribuição e experiência pedagógica diferenciada no ensino de Matemática.

▼ Mosaico | Link's ★

Álgebra e GeometriaBNCCBases Matemáticas - UFABCCálculo com MapleCálculo I - UFF Cálculo(UnivespTV)Centro MatemáticoColetânea MatemáticaConteúdos DigitaisCourseraCPU-UFJFCurrículo +Clube de MatemáticaEducação BaseadaEMEM(UFSCar)E-CálculoMathematical EtudesGeogebra SPGregos e TroianosHorário de VerãoHistória da MatemáticaIMOInterdisciplinaridadeIsto é MatemáticaLaifiMalba TahanLD-Matemática-UFSCMatematecaMatemática-PT Mathway Matemática-FGVMatemática em Toda Parte IIMat/EAD(UFMG)MathematikosMestrado IFSP-SPMestrado USP-SPMídias Digitais-UFRGSMídias na EducaçãoMPEM-USPMoranNiuAlephNTEM (Lante-UFF)Paulo FreirePoliedros(moldes)Poliedros-IFPorvirProficiênciaProfmatProjeto PólyaProf. Jorge Nuno SilvaProf. NicolauProf. Nilson J. MachadoProf. Jacir VenturiProf. Walter TadeuProf. Luiz FreitasProfessor DigitalTIC na MatemáticaREARevista OIMRPM-Revista do Professor de MatemáticaRevista Gazeta de MatemáticaSBEMSBMSobrevivência em CálculoUnesco no Brasil Um livroUsuários do ExcelUnivespVeducaWebcalcWebeduc-MECZéfiroZKWolfram MathWorld

▼ Postagens mais visitadas ★

*O Portal da Matemática OBMEP oferece, gratuitamente, a todos os estudantes do país materiais relacionados à grade curricular do 6º ano do Ensino Fundamental ao 3º ano do Ensino Médio. Complemente e aprofunde seus estudos com videoaulas, exercícios resolvidos, caderno de exercícios, material teórico e aplicativos iterativos. Aproveite!!