Seja bem-vindo(a). Hoje é
►| CEM| A²C | P & D| MATEMÁTICA| AUTORES| CONTATO| JOGOS| *

80

►Vai encarar o ENEM este ano? Inicie os estudos fazendo as provas das edições anteriores. Acesse-as aqui.

►Que tal fazer agora um simulado on-line para o ENEM? Acesse-o aqui (utilize o Chrome preferencialmente).

OBMEP 2017 ... Vamos relembrar a história de 4 jovens que passaram pela OBMEP ? Veja o documentário aqui.

►Conhece o vestibulinho das ETEC's(Escolas Técnicas Estaduais-SP)? Acesse as provas anteriores, cursos e período de inscrição. Mais informações acesse aqui.

►Conheça o SISU - Sistema de Seleção Unificada para o ensino superior / SISUTEC - Sistema de Seleção para a Educação profissional tecnológica do MEC (Ministério da Educação) e saiba como aproveitar a nota do ENEM para ingresso em cursos superiores e técnicos de instituições públicas.

►Conhece o PASUSP? Um importante programa de Avaliação da USP destinado a alunos do 2º e 3º ano do EM da rede pública paulista.


sábado, 30 de maio de 2015

O teorema de Euclides e a Wikipédia


A democratização do conhecimento pela internet é algo indiscutivelmente necessária, admirável, magnífica, etc. São inúmeras as iniciativas e possibilidades, me surpreendo muito ainda. É claro que ao certificarmos uma informação ou conhecimento, é preciso antes consultar e comparar diversas fontes e uma delas, eventualmente, pode ser a Wikipédia. Num dia destes, estava a rever um teorema bastante importante na teoria dos números, o Teorema de Euclides, e como professor de Matemática, fui visitar primeiro um velho livrinho* que tenho guardado em meu acervo e lá, observar como é apresentado o tal. O meu olhar naturalmente estava influenciado pela clareza, pela didática, etc., ou seja, como o assunto é exposto. Procurei ainda em mais um ou dois livros e não satisfeito, fui em seguida ao Google observar outras referências e surpreendentemente calho na... Wikipédia! O tal teorema estava ali, didaticamente acessível, melhor apresentado e comprovado do que no meu surrado livrinho. Não resisti e transcrevo-o a seguir.


Considerando L, uma lista finita qualquer de números primos:
L = { p1, p2, p3, ... , pn
Pode-se mostrar que existem números primos que não estão nessa lista. 

Veja como:
Sendo P o produto de todos os números primos na lista:

P = p1 × p2 × p3 × ... × pn  e  q = P + 1

Então, q pode ser primo ou não:

Se q é primo então há pelo menos um número primo a mais que não está listado.

• Se q não é primo, então algum fator primo p divide q. Esse fator p não está na nossa lista L. Se estivesse, ele dividiria P (pois P é o produto de todos os números na lista); mas como sabemos, p divide P + 1 = q. Então, para não deixar resto, p teria que dividir a diferença entre os dois números, que é (P + 1) − P ou seja, 1. Mas não existe número primo que divida 1, assim haveria uma contradição, logo, p não pode estar na lista. Isso significa que pelo menos mais um número primo existe além dos que estão na lista.

Isso nos prova que para qualquer lista finita de números primos, há um número primo que não está na lista. Portanto, existem infinitos números primos.

Depois do exposto, convenhamos, só nos resta dizer: É urgente a democratização do conhecimento (e do acesso livre a internet, principalmente nas escolas).

Veja os 30 primeiros números primos : 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

►ATENÇÃO - Leia a política para comentários na página de contato.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

▼ Reflita | Frases e Pensamentos ★

▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬ ✽ ▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬

""

▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬ ✽ ▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
Este blogue está vinculado ao Portal do Professor como uma contribuição e experiência pedagógica diferenciada no ensino de Matemática.